Tarcísio diz não responder pelo partido e que ofensa de Douglas Garcia a Vera Magalhães deve ser punida pela Alesp | Eleições 2022 em Prudente e Região - SP


“Eu não posso falar pelo partido, mas eu acho que esse tipo de atitude tem que ser punida severamente. Inclusive, pela Alesp”, disse Tarcísio, durante agenda em Presidente Prudente.

Na noite de terça-feira (13), Tarcísio participou de debate na TV Cultura. Ao fim do encontro entre os candidatos, o deputado estadual bolsonarista Douglas Garcia (Republicanos) ofendeu e atacou a jornalista Vera Magalhães.

Vera, que é colunista do jornal O Globo, comentarista da rádio CBN e apresentadora do programa Roda Viva, da TV Cultura, estava na área reservada para jornalistas quando foi abordada por Douglas Garcia.

Deputado Douglas Garcia ofende jornalista Vera Magalhães em debate em SP

Deputado Douglas Garcia ofende jornalista Vera Magalhães em debate em SP

Com o celular em punho, o deputado bolsonarista se aproxima de Vera e diz que ela é “uma vergonha para o jornalismo” e a intimida. A frase é a mesma usada pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) para atacar a jornalista no debate da Band entre candidatos à Presidência, no início do mês.

Garcia foi levado ao evento pelo próprio Tarcísio. Ele é do mesmo partido do candidato de Bolsonaro ao governo de SP e possui fotos junto do ex-ministro, tanto em suas redes sociais como em material de campanha.

Depois do episódio, Tarcísio classificou o ato do deputado estadual como agressão e manifestou apoio à jornalista por meio de um telefonema. Ainda em Presidente Prudente, o candidato ao governo do estado disse como Garcia obteve aval de sua equipe para estar no debate.

“O que acontece, ontem à tarde. O deputado entrou em contato com a equipe e pediu uma credencial. A gente, obviamente, pensa o seguinte: é um deputado estadual, é um parlamentar, é uma pessoa até do meu partido. Vamos dar a credencial porque, com certeza, está querendo ir lá prestigiar, torcer. Esse era o nosso sentimento. E o que a gente presenciou é absolutamente reprovável, lamentável”, afirmou Tarcísio.

Tarcísio de Freitas estava em evento ao lado do presidente Jair Bolsonaro (PL), que não comentou sobre o assunto.

Dois deputados estaduais do PT de São Paulo vão pedir a cassação de Douglas Garcia na Assembleia Legislativa de São Paulo, a Alesp. A informação foi divulgada no blog da Andréia Sadi.

“A postura do parlamentar é incompatível com o Estado Democrático de Direito e o seu comportamento perante a jornalista Vera Magalhães representa um grave desrespeito com as mulheres”, disse Emídio de Souza.

O Conselho de Ética da assembleia divulgou nota em que diz que “repudia condutas ofensivas e desrespeitosas, sempre prezando pelo respeito, diálogo e tolerância entre todos” e que irá apurar as denúncias em relação à conduta do deputado Douglas Garcia “com transparência e celeridade”. O texto é assinado pelo presidente do Conselho, deputado estadual Carlão Pignatari (PSDB).

O episódio na TV Cultura não é a primeira polêmica que envolve Garcia. O deputado estadual teve o mandato suspenso por divulgar informações falsas. Garcia já foi condenado após divulgar dados pessoas de opositores do governo Bolsonaro e foi alvo de uma representação no Conselho de Ética da Alesp por dizer que mulher trans é “homem que se acha mulher”.



Fonte: G1


14/09/2022 – Rádio Cidade FM

PUBLICIDADE

CONTATO

ONDE ESTAMOS

Rodovia Brigadeiro Eduardo Gomes – SP 457 Bastos / Iacri – KM 98 + 500Mts – CEP: 17.690-000.

© 2024 Cidade FM - Todos os Direitos Reservados.

INICIANDO...