Prefeito de Hortolândia (SP) nega prisão por boca de urna; TRE corrige informação | Eleições 2022 em Campinas e Região - SP


O prefeito de Hortolândia (SP), Zezé Gomes (PL), rechaçou a notícia de que havia sido preso por boca de urna neste domingo (2). A informação havia sido divulgada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de São Paulo, que posteriormente corrigiu, esclarecendo que o chefe do executivo de Bocaina (SP), Marco Antônio Giro (DEM), é quem foi preso pelo crime.

“Nós vamos pedir reparação de tudo isso. Com certeza. Eu estou surpreso com isso (notícia da prisão), estava votando quando chegou a notícia”, disse Zezé Gomes.
  • Eleições: acompanhe o primeiro turno em Campinas e Região

O prefeito atendeu a imprensa em frente a Escola Pastor Roberto Rodrigues de Azevedo, onde votou pela manhã.

Em nota, o TRE-SP corrigiu a informação e explicou as circunstâncias em que o prefeito de Bocaina foi preso. Veja na íntegra:

“Ao contrário do que foi divulgado anteriormente, o prefeito de Hortolândia não foi detido por realização de boca de urna. Quem foi detido na manhã deste domingo (2) foi o prefeito de Bocaina (SP), Marco Antonio Giro (DEM), conhecido como Pipoca, por realização de boca de urna perto de um local de votação, o que é proibido pela legislação eleitoral.

Ele foi flagrado pelo chefe do cartório eleitoral e pelo juiz eleitoral Alexandre Vicioli perto da Escola Municipal Santa Rita de Cássia distribuindo “santinhos”. Com ele, também foram encontrados alguns adesivos com propaganda eleitoral. Todo o material foi apreendido.

O prefeito foi conduzido à delegacia, onde foi registrado um boletim de ocorrência por infração ao delito tipificado no artigo 39, parágrafo 5º, inciso III, da Lei 9.504 de 1997.”

VÍDEOS: destaques da região de Campinas



Fonte: G1


02/10/2022 – Rádio Cidade FM

PUBLICIDADE

CONTATO

ONDE ESTAMOS

Rodovia Brigadeiro Eduardo Gomes – SP 457 Bastos / Iacri – KM 98 + 500Mts – CEP: 17.690-000.

© 2024 Cidade FM - Todos os Direitos Reservados.

INICIANDO...