Justiça dá prazo para MP se manifestar sobre pedido de liberdade de colecionador de armas que trocou tiros com PMs | Bauru e Marília


A Justiça de Marília (SP) realizou na quinta-feira (3) a primeira audiência de instrução sobre o caso do empresário e colecionador de armas que trocou tiros com dois policiais militares no último dia 30 de setembro.

Durante audiência realizada de forma online no Fórum de Marília, foram ouvidas seis testemunhas e o réu Francis Vinícius Bez Angonese, de 31 anos, que foi interrogado por videoconferência diretamente do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Álvaro de Carvalho, onde está preso.

O juiz Fabiano da Silva Moreno determinou a cobrança, com urgência, da remessa do laudo do exame pericial realizado no réu e concedeu o prazo de cinco dias ao Ministério Público (MP) para que se manifeste sobre o pedido de liberdade.

Francis Angonese responde por dupla tentativa de homicídio qualificada, com agravantes que podem ampliar a pena: tentativa de ocultar o primeiro crime (disparos de arma de fogo na casa) e crime contra a autoridade policial.

Segundo a denúncia do promotor Rafael Abujamra, no dia do ocorrido, por volta das 4h, na rua Monteiro Lobato, Francis tentou matar os policiais militares. Consta que, no mesmo local, momentos antes, o empresário disparou tiros em área habitada e em direção à via pública.

Caso condenado, a pena do empresário e colecionador de armas pode chegar a até 40 anos de reclusão em regime fechado.

Segundo o documento, Francis é atirador esportivo registrado e possuía em casa uma pistola calibre 9 mm e outra calibre 380, além de uma espingarda calibre 12, bem como várias munições e apetrechos para a recarga delas.

Justiça acata denúncia do MP

A Justiça aceitou a denúncia do Ministério Público e tornou réu o empresário e colecionador de armas no dia 21 de outubro de 2021. Na decisão, o juiz Fabiano da Silva Moreno ainda reviu o pedido de prisão preventiva e manteve a custódia do empresário por pelo menos mais 90 dias.

O colecionador de armas chegou a ficar internado no Hospital das Clínicas de Marília sob escolta policial e após a alta médica foi transferido para o CDP de Álvaro de Carvalho. Os dois policiais também ficaram feridos.

Três pessoas ficam feridas em tiroteio registrado nesta quinta-feira em Marília

Três pessoas ficam feridas em tiroteio registrado nesta quinta-feira em Marília

Segundo a denúncia apresentada pelo Ministério Público, Francis passou a efetuar disparos para o alto com uma espingarda calibre 12 e uma de suas pistolas.

O empresário estaria irritado por uma discussão anterior que teria tido com o vigilante, que atua na rua de sua residência. Após ingerir bebida alcoólica, o acusado passou a efetuar disparos inicialmente no jardim e posteriormente no quintal , enquanto gritava “hoje eu mato ou eu morro”.

De acordo com o MP, a Polícia Militar foi acionada para atender a ocorrência de disparo por vizinhos e, ao chegar ao endereço, a equipe acionou a campainha da residência. Neste momento, o empresário teria ido até a garagem armado e novamente efetuou disparos com a espingarda calibre 12 em direção à via pública.

Em nota, a PM informou que a equipe se abrigou atrás de um poste para tentar a negociação, mas nesse momento o morador começou a atirar com uma pistola 9mm.

Ainda conforme a PM, após intensa troca de tiros, um policial foi atingido na perna, sendo que o projétil transfixou, causando fratura óssea. O outro policial foi atingido por três disparos, no pé, quadril, ombro e braço, e passou por cirurgia para retirada dos projéteis. O morador foi atingido por três tiros e também passou por cirurgia.

VÍDEOS: assista às reportagens da região



Fonte: G1


05/02/2022 – Rádio Cidade FM

PUBLICIDADE

CONTATO

ONDE ESTAMOS

Rodovia Brigadeiro Eduardo Gomes – SP 457 Bastos / Iacri – KM 98 + 500Mts – CEP: 17.690-000.

© 2024 Cidade FM - Todos os Direitos Reservados.

INICIANDO...