Especialista dá dicas para compra do primeiro imóvel | Mercado Imobiliário do Interior


Comprar o primeiro imóvel pode ser um marco na vida de muitos. Mas por onde começar a transformação do sonho em realidade?

O g1 conversou com um especialista em vendas que separou seis passos essenciais para quem planeja realizar essa compra. Confira:

Definir o tipo de imóvel

Marcel Abadié é gerente de vendas de uma imobiliária em Sorocaba (SP) e explica que o primeiro passo é definir o tipo de imóvel de interesse: casa, apartamento, cobertura, imóvel na planta, novo ou usado, em condomínio ou na rua.

“A escolha do tipo de imóvel influencia no custo, na disponibilidade e na forma de pagamento, então essa decisão deve ser feita para garantir um planejamento financeiro que não comprometa seus planos”, diz.

Para ajudar nessa missão, Marcel sugere a contratação de um corretor de imóveis experiente e que o cliente informe com detalhes as características do imóvel que deseja adquirir. Assim, o profissional pode pesquisar as opções de acordo com o perfil do comprador.

Para escolher a localização do seu novo imóvel, o gerente de vendas sugere que o cliente considere alguns pontos importantes: segurança, distância em relação ao trabalho, locais de interesse e vias de acesso para definir quais os bairros de sua preferência.

“A localização do imóvel com toda certeza irá influenciar na rotina, então deve ser avaliada com calma. Esse fator também irá influenciar nos custos e na valorização do imóvel”, diz.

Potencial de compra e composição do valor da entrada

O próximo passo é decidir como fazer a compra do imóvel: à vista ou financiado. Segundo o especialista, a segunda opção é a mais escolhida pelos compradores, mas exige o pagamento de uma entrada. Este valor varia de acordo com a linha de crédito do cliente e do tipo do imóvel. Geralmente, custa 10% do valor total.

“O valor das parcelas é limitado a 30% dos seus rendimentos brutos, e isso pode alterar o quanto você terá que desembolsar com a entrada”, explica.

Para evitar surpresas, Marcel sugere que o cliente simule o financiamento com vários bancos e verifique qual o valor de entrada exigido para o perfil de crédito e o valor das parcelas.

Analise as despesas posteriores

Além dos valores de entrada e parcelas, é preciso fazer uma análise de todas as despesas que envolvem o processo de comprar um imóvel e, se possível, manter uma reserva financeira para o caso de imprevistos.

“Um cuidado importante é considerar outras despesas envolvidas na aquisição, como taxas de cartório, vistoria do imóvel, impostos e mudança. Também precisa considerar o valor das parcelas para ter tranquilidade com a quitação do imóvel”, aconselha.

Utilização do FGTS para a compra do primeiro imóvel

Uma das opções de pagamento é usar o saldo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para comprar o primeiro imóvel. Para isso, é necessário verificar se o imóvel escolhido atende aos requisitos.

“Ele pode ser usado para pagar a entrada, pagar parte do valor das prestações ou amortizar o saldo devedor, inclusive para quitar o valor remanescente”, explica o gerente de vendas.

Depois de escolher o imóvel, a localização e definir os métodos de pagamento, o último passo é se atentar à documentação.

“Leia atentamente o contrato, assim você terá toda a segurança necessária para comprar o seu primeiro imóvel”, sugere o especialista.

Antes de tomar qualquer decisão, Marcel diz que é muito importante que o cliente visite o imóvel, e, se for na planta, confira o projeto e garanta que o local tem todas as características desejadas para realizar o sonho da compra do primeiro imóvel.

*Colaborou sob supervisão de Ana Paula Yabiku



Fonte: G1


04/10/2022 – Rádio Cidade FM

PUBLICIDADE

CONTATO

ONDE ESTAMOS

Rodovia Brigadeiro Eduardo Gomes – SP 457 Bastos / Iacri – KM 98 + 500Mts – CEP: 17.690-000.

© 2024 Cidade FM - Todos os Direitos Reservados.

INICIANDO...