Eleições 2022: Moradores das regiões de Bauru e Marília vão às urnas escolher representantes | Eleições 2022 em Bauru e Marília - SP


Os moradores das regiões de Bauru e de Marília (SP) vão às urnas neste domingo (2) para escolher representantes em cinco cargos: deputado federal, deputado estadual, senador, governador e presidente da República.

Neste ano, os eleitores poderão comparecer aos seus respectivos locais de votação entre as 8h e às 17h, sendo que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) recomenda o horário das 8h às 10h para idosos.

Nas 100 cidades do centro-oeste paulista, são mais de 1,8 milhão de eleitores aptos a votar neste domingo. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), são 1.872.163 eleitores.

Vista aérea de Bauru — Foto: Reprodução/TV TEM

Vista aérea de Bauru — Foto: Reprodução/TV TEM

Bauru (SP) é o maior colégio eleitoral do centro-oeste paulista e 279.646 eleitores estão aptos a votar nas eleições deste domingo.

Os eleitores da cidade estão divididos entre 54% de mulheres (150.288) e 46% homens (128.874). A faixa etária dos 40 aos 44 anos é a que compreende o maior número de votantes em Bauru, com 28.536 mil eleitores.

Na cidade são três zonas eleitorais (23ª, 300ª e 387ª). Cada uma delas conta com centenas de seções espalhadas pelos locais de votação, muitas delas especiais, ou seja, destinadas a pessoas com alguma deficiência ou mobilidade reduzida. Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Bauru tem 3.935 eleitores com deficiência.

O município não estabeleceu a obrigatoriedade do cadastramento biométrico aos seus eleitores e, de acordo com o TSE, são 135.810 eleitores com biometria (48,56%) e 143.836 sem biometria (51,44%). Nesse ano, na cidade, são 100 eleitores com nome social aptos para votar.

No entanto, de acordo com o TSE, nenhum eleitor que não tenha realizado o cadastramento biométrico será proibido de votar nas eleições deste ano. Um comunicado publicado no site do tribunal destaca que “a ausência da biometria não impede, por si só, o exercício do voto”.

Ao todo, para deputado estadual e deputado federal, Bauru conta com 35 candidatos, divididos em 20 partidos, com base eleitoral na cidade. A cidade conta, atualmente, com dois deputados federais, Rodrigo Agostinho (PSB) e Capitão Augusto (PL), e nenhum deputado estadual. 

O número é superior ao registrado no último pleito, em 2018, quando 25 políticos entraram na corrida por cadeiras na Assembleia Legislativa e na Câmara dos Deputados. Naquela ocasião, na soma, eles receberam 62% dos votos dos eleitores bauruenses.

Veja a lista dos candidatos:

Capitão Augusto – Deputado federal
Luiz Carlos Valle – Deputado estadual

Emerson Construtor – Deputado estadual 
Rafael Almeida Prado Valentin – Deputado estadual

Patrícia Rossi – Deputado estadual 

Vanessa Araújo – Deputado federal
Patrycia Faciolo – Deputado estadual
Gabriel Placce – Deputado estadual 

Edílson Marciano – Deputado estadual 

Rodrigo Agostinho – Deputado federal

Estela Almagro – Deputado estadual
Jorge Moura – Deputado federal

Danielli Rôa – Deputada estadual
Dr. Pedro Mattos – Deputado federal

Markinho Souza – Deputado estadual
Sandro Bussola – Deputado federal

Abner Isidoro – Deputado estadual
Marcos Bilancieri – Deputado estadual 

Cátia Machado – Deputado estadual
Tete Oliveira – Deputada federal

Lúcia Rosim – Deputada estadual
Orlando Costa Dias – Deputado federal

Donizete Aparecido Alves Ferreira – Deputado estadual

Raul Gonçalves Paula – Deputado estadual
Eduardo Avallone – Deputado federal

Fábio Manfrinato – Deputado federal 

Coronel Meira – Deputado estadual
Caio Augusto S. dos Santos – Deputado federal

Paulo Bosta – Deputado estadual 
Matias Muniz – Deputado estadual

Ricardo Cabelo – Deputado estadual
Toninho da Mariflex – Deputado federal

José Leme – Deputado estadual
Poeta de Santa Edwirges – Deputado estadual
Carlinhos Cantelli – Deputado federal

Mudanças no transporte público

As interdições no trânsito na região de cartórios eleitorais de Bauru (SP) começaram na última quinta-feira (29). A movimentação da Emdurb é necessária para preparar as zonas eleitorais para receberem os eleitores.

Segundo a prefeitura, as interdições só serão suspensas ao fim da apuração dos votos no domingo. As urnas foram levadas para as escolas na sexta-feira (30). Confira abaixo as interdições:

  • 387ª zona eleitoral: será interditado o quarteirão 17 da Rua Agenor Meira, nos dias 29 e 30 de setembro, e 1º e 2 de outubro. A interdição ocorre desde as 7h do dia 29, permanecendo até o domingo (2), após o encerramento da apuração dos votos;
  • 23ª zona eleitoral: será interditada meia pista do quarteirão 21 da Rua Antonio Alves, nos dias 30 de setembro e 1º de outubro, a partir das 7h. No domingo (2), a interdição será total e será mantida até o encerramento da apuração dos votos;
  • 300ª zona eleitoral: será interditada meia pista do quarteirão 2 da Rua Silva Jardim, nos dias 30 de setembro e 1º de outubro, a partir das 7h. No domingo (2), a interdição será total e será mantida até o encerramento da apuração dos votos.

Ainda segundo a prefeitura, os eleitores de Bauru que costumavam votar na Emef Dirce Boemer Guedes de Azevedo vão votar, a partir de domingo, na Escola Estadual Jardim Tangarás. A mudança foi necessária porque não há prazo para o término da reforma na emef.

As aulas nas escolas estaduais que são locais de votação serão suspensas nesta sexta-feira (30). Confira a lista de escolas no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Marília (SP) conta 74 locais de votação  — Foto: Prefeitura de Marília/Divulgação

Marília (SP) conta 74 locais de votação — Foto: Prefeitura de Marília/Divulgação

Marília tem 181.389 eleitores aptos a votar para presidente, governador, senador e deputados estadual e federal, em 74 locais de votação compostos por 616 seções com urnas, fora os equipamentos de reserva.

No município, são 319 seções com urnas distribuídos em 39 locais de votação que fazem parte da 70ª Zona Eleitoral, onde há nove seções de justificativa. Fazem parte os distritos de Lácio, Amadeu Amaral, Padre Nóbrega e Avencas.

Já na 400ª Zona Eleitoral são 297 seções com urnas espalhadas em 35 locais de votação e cinco seções de justificativas. Estão englobados os distritos de Dirceu, Rosália e Fazenda do Estado.

O único lugar que vai receber voto em trânsito no município é o Colégio Compacto, localizado na Rua Coronel Galdino de Almeida, 485, no Centro. Estão cadastrados 508 eleitores para essa modalidade de voto no primeiro turno.

Entre os mais de 181 mil eleitores de Marília, 152.573 estão com a biometria atualizada, o equivalente a 84,11% do total. A cidade conta com 2.004 eleitores com deficiência, 41,43% eles envolvendo locomoção.

As mulheres são maioria entre eleitores marilienses, com 53,86% dos títulos aptos neste pleito. Já a faixa etária mais numerosa é a de 40 a 44 anos, única a concentrar mais de 10% do eleitorado. No município, são 13 eleitores com nome social.

Haverá reforço nas linhas do transporte público, de acordo com a prefeitura e a Polícia Militar colocou todo seu efetivo sobreaviso, além de preparar reforço na segurança próximo aos cartórios eleitorais e pontos de votação.

Em Botucatu (SP), 106.890 eleitores estão aptos para votar nessas eleições, sendo 52,89 % de mulheres (56.539) e 47,11% de homens (50.351). 100.409 eleitores contam com cadastro biométrico, ou seja, 93,94% do eleitorado.

Ourinhos (SP) conta com 81.097 eleitores aptos a votar, sendo que a faixa etária com maior número de pessoas compreende 8.129 pessoas, de 40 a 44 anos. 43.321 eleitores (53%) são mulheres enquanto o eleitorado masculino é de 37.764 (47%).

Veja mais notícias da região no g1 Bauru e Marília.

Confira mais notícias do centro-oeste paulista:



Fonte: G1


02/10/2022 – Rádio Cidade FM

PUBLICIDADE

CONTATO

ONDE ESTAMOS

Rodovia Brigadeiro Eduardo Gomes – SP 457 Bastos / Iacri – KM 98 + 500Mts – CEP: 17.690-000.

© 2024 Cidade FM - Todos os Direitos Reservados.

INICIANDO...