105 anos de Presidente Prudente: conheça os significados do brasão municipal | Presidente Prudente e Região


Criado pelo professor José Machado de Almeida e desenhado pela professora Luiza Salvador Damato, o brasão oficial de Presidente Prudente (SP) foi instituído oficialmente quando o município completaria 36 anos de emancipação político-administrativa, em 6 de maio de 1953, por meio da Lei n° 240.

Conforme descrito pelo próprio autor na legislação, o brasão “simboliza a história, aponta o comércio, mostra a lavoura e as fontes de produção que projetam o município como um dos mais laboriosos e prósperos do Estado de São Paulo.”

Composto por oito símbolos que representavam a cidade na época, o brasão prudentino passou por mudanças ao longo destes 105 anos de história. Confira o significado de cada um dos itens, de acordo com as informações presentes na Lei n° 2.466 de 1986 e nos arquivos do Museu e Arquivo Histórico Antônio Sandoval Netto:

  • Coroa mural: simboliza que o município é política e administrativamente independente e sede do Poder Judiciário.
  • Bandeirante Raposo Tavares: representa a passagem pelo Paranapanema e Paraná do bandeirantismo “no afã de levar sempre para frente as fronteiras oeste do Brasil”.
  • Ramo de algodão e de menta: localizados nas laterais do brasão, representam a “maior fonte de produção agrícola”, pois à época, Presidente Prudente era “o maior centro algodoeiro e de menta do Brasil”.
  • Matas virgens: representam a primeira cobertura vegetal da região, das matas “inóspitas” presentes no município.
  • Insígnia do Deus Mercúrio: simboliza o comércio, a transformação da região no “principal mercado comercial e agrícola” do triângulo formado por “Paraná, Mato Grosso e São Paulo”.
  • Arado: representa a “máquina agrícola de uso diuturno”, “afirma a compreensão de nossos lavradores no amanho da terra”.
  • Labor Omnia Vincit”: frase em latim que significa “o trabalho tudo vence” e representa o trabalho realizado pelos prudentinos, transformando a cidade na “Princesa da Alta Sorocabana”. E “onde, sem dúvida, o homem que trabalha vence e progride continuadamente”.
Brasão de Presidente Prudente (SP) — Foto: Arte/TV Fronteira

Brasão de Presidente Prudente (SP) — Foto: Arte/TV Fronteira

Já em 29 de dezembro de 1973, a Lei n° 1.603 foi instituída provocando alterações no brasão oficial do município.

O arado deu lugar para a cabeça de um boi, o ramo de menta foi substituído por um ramo de milho, a frase em latim foi traduzida para o português e a substituição do escudo português pela coroa mural de oito torres em prata.

Porém, 13 anos depois, em 18 de fevereiro de 1986, a Lei n° 2.466 foi sancionada pelo então prefeito de Presidente Prudente, Virgílio Tiezzi Júnior (PMDB), restabelecendo o brasão instituído pela Lei n° 240, de 1953, e revogando as modificações sancionadas em 1973, exceto o parágrafo III do artigo 7º que institui a coroa mural.

Detalhe do brasão de Presidente Prudente (SP) — Foto: Leonardo Bosisio/g1

Detalhe do brasão de Presidente Prudente (SP) — Foto: Leonardo Bosisio/g1



Fonte: G1


14/09/2022 – Rádio Cidade FM

PUBLICIDADE

CONTATO

ONDE ESTAMOS

Rodovia Brigadeiro Eduardo Gomes – SP 457 Bastos / Iacri – KM 98 + 500Mts – CEP: 17.690-000.

© 2024 Cidade FM - Todos os Direitos Reservados.

INICIANDO...