Rádio Cidade FM 91,5

Mineiros são presos com 1,3 ton. de maconha em falsa mudança



Quatro pessoas foram presas, entre elas, dois mineiros de Uberlândia, na passagem de ontem para hoje com mais de 1,3 mil kg de maconha escondida em uma falsa mudança.
 
O registro do caso de tráfico internacional de droga teve início às 12h20 desta sexta-feira, 13, (e término às 2h30 deste sábado, 14), na altura do km 75 + 500 metros da rodovia Arlindo Bétio (SP-613), no município de Rosana (SP).
 
Policias da 2ª Companhia de Policia Militar Rodoviária abordaram uma caminhonete IVECO/Daily, cor branca, placas de São Paulo (SP), oriunda cidade de Capitan Bado, no Paraguai, com destino a São Paulo, capital.
 
Quando a equipe anunciou que faria uma vistoria a carga do veículo, os dois ocupantes, o motorista de iniciais E.F.S., 42 anos, eletricista, morador em Uberlândia (MG) e o passageiro, M.R.B.O., 24 anos, autônomo, morador de na mesma cidade do Triângulo Mineiro, apresentaram grande nervosismo.
 
No baú foram localizados, escondidos em meio a carga de móveis (na verdade uma falsa mudança), “diversos fardos contendo em seu interior vários tabletes de maconha, que após pesados totalizaram a quantia de 1.340,000 Kg” da erva Cannabis sativa, informou em nota a Polícia Rodoviária.
 
Os patrulheiros também descobriram que a caminhonete “era produto de roubo ocorrido na cidade de Guararema (SP)”.
 
Os dois mineiros informaram ainda que outro veículo, um Lifan, cor preta, com dois ocupantes, fazia o serviço de “batedor’... com a função de alertar sobre possíveis fiscalizações policiais nas rodovias”.
 
Iniciado o patrulhamento nas buscas ao ‘veículo dedado’, com apoio do policiamento ambiental, ele foi abordado, e durante entrevista policial, o condutor do Lifan, de iniciais I.Z., 34 anos, motorista, morador de Embu (SP), e o passageiro, N.C.A., 22 anos, balconista, residente em São Paulo (SP), “confessaram a participação na empreitada criminosa”.
 
A ocorrência foi encaminhada na delegacia de Polícia Federal (PF) de Presidente Prudente (SP), onde os quatro indiciados permaneceram à espera para audiência de custódia e posterior encaminhamento a uma unidade prisional. (Foto Cedida pela Polícia Militar Rodoviária)
 
Fonte: Nilton Mendonça - Da Redação

Mural de Recados - Rádio Cidade